(11) 2682 6633 / 99457-3485


Sensor de Nível

O sensor de nível, também chamado de chave de nível, ou ainda, apenas “boia”, é um equipamento que tem por função principal, medir a quantidade de fluido ou sólido granulado presente dentro de um reservatório.

Devido a necessidade cada vez maior de ter controle sobre os processos industriais o sensor de nível vem ampliando sua presença neste setor. Isto acontece, pois, a necessidade de um sistema de medição preciso, confiável, mais avançado e que permite um processamento de dados automatizado auxilia a se obter um controle mais rigoroso dos requisitos de processo.

Desta forma, melhorando a precisão dos processos de medição de nível, a variabilidade nos processos químicos pode ser reduzida, ajudando a melhorar a qualidade do produto e a reduzir custos e desperdícios. Para que as normas e regulamentos estabelecidos para registros eletrônicos sejam atendidas, relatórios com precisão e confiabilidade devem ser gerados e para alcançar esta precisão, diversos tipos de sensor de nível estão presentes no mercado.

O mais simples entre os sensores de nível é o sensor de nível flutuador. O princípio de funcionamento deste sensor de nível é, simplesmente, o posicionamento de um objeto flutuante com gravidade específica entre o fluido do processo e o vapor do espaço livre e a fixação de um dispositivo para registrar sua posição. Antigamente, estes sistemas de flutuação eram fixados por dispositivos mecânicos que realizavam a medição de sua posição. Atualmente, são usados flutuadores com imãs para definição da posição, sem a necessidade de uso de componentes mecânicos extras.

Além deste, existem sensores de nível mais modernos, como o sensor de nível magnético, por capacitância ou ultrassônico. Embora o sensor de nível magnético seja semelhante ao flutuador, a comunicação do nível da superfície do líquido se dá magneticamente. Neste caso, é um conjunto de ímãs permanentes fortes que se movem em uma coluna auxiliar conectada ao reservatório. O sensor de nível magnético possui alta precisão e é capaz de suportar altas pressões, altas temperaturas e fluidos corrosivos.

Já o sensor de nível por capacitância tem o princípio de funcionamento baseado na variação da capacitância que é gerada pelo nível do fluido. A mudança na capacitância ocorre pela indução em uma haste isolada acoplada ao transmissor e ao fluido do processo, por exemplo, e à sonda de referência ou ao tanque. Há uma variação proporcional da capacitância à medida que o nível do fluido varia e muda o preenchimento entre as placas. Assim, a capacitância geral é medida, o que fornece uma medição de nível contínua.

E o sensor de nível ultrassônico é aquele capaz de medir a distância entre o transdutor e a superfície do fluido ou sólido granulado a ser medido com base no tempo pulso de ultrassom gasta para se deslocar do transdutor até o fluido e retornar.

Desta forma, verifica-se que existem várias tecnologias de medição de nível disponíveis para diversas situações. Assim, deve-se fazer a verificação, o projeto e o dimensionamento adequado do sensor de nível que atenda cada situação específica.