(11) 2682 6633 / 99457-3485


Sistema de medição faz parte de um sistema automatizado

Um sistema de medição se caracteriza pela presença de um ou mais instrumentos de medição, transmissores, indicadores e totalizadores, com a finalidade de informar ou monitorar indústrias, insumos, equipamentos, reservatórios, entre outros. Os carros podem ser um exemplo de aplicação de um sistema de medição, visto que são dotados de medidor de nível de combustível no tanque, medidor de nível de óleo no motor e sensor de temperatura do sistema de arrefecimento.  E todos os medidores e sensores podem ser monitorados através do painel.

Na indústria não é diferente, porém, o que muda é a complexidade. Comparado a um carro, plantas industriais possuem maior complexidade devido ao número de processos e sistemas de transformação e que necessitam ser controlados. É aí que entram os sensores de nível, temperatura, pressão, pH e vazão, e indicadores e totalizadores, e são todos alocados em um único local de monitoramento e controle, formado aí o sistema de controle. Com o sistema de medição, processos que oferecem elevado nível de periculosidade tem o risco reduzido e mantido sob controle, pois qualquer variação que ocorrer no processo, em uma máquina ou produto, será identificada e exibida nos indicadores e totalizadores.

Quando o sistema de medição faz parte de um sistema automatizado, ele fornece informações e dados suficientes para que o sistema seja controlado automaticamente, sem a necessidade de deslocamento até o local para a execução de qualquer manobra. Ou seja, válvulas, queimadores, bombas, alimentadores e muitos outros equipamentos são controlados remotamente, tendo por base as informações que os periféricos do sistema de medição levam ao controlador. O controle pode ser efetuado pelo operador que trabalha no sistema de monitoramento ou automaticamente, através de uma base de dados de parâmetros do processo, que o sistema automatizado compara o tempo todo com as informações dos periféricos, e faz abertura e fechamento de válvulas autonomamente.

Outra vantagem é possibilidade de vincular sistemas de segurança ao sistema de medição, de forma que alarmes visuais e sonoros possam ser emitidos no caso de anomalias de processo ou além do alarme, o próprio sistema, quando possuir elevado grau de automação, executar manobras que resolvam o problema evidenciado pelo sistema de medição. E embora o problema tenha sido resolvido de forma autônoma, os logs de erro são registrados e podem ser analisados posteriormente, gerando tratativas que elevam o grau de controle e segurança da linha, equipamento ou setor.