(11) 2682 6633 / 99457-3485


Medidor de Vazão Magnético – Conceitos

Os medidores de vazão magnéticos utilizam conceitos físico-químicos dos materiais para medir a quantidade de fluido que passa por uma secção transversal. Quimicamente falando, sabemos que toda matéria é constituída por átomos que possuem prótons, elétrons e neutrons. Quando uma substância possui íons livres, esta é classificada como condutora de eletricidade. Caso contrário, é chamada de isolante. Estes instrumentos utilizam-se destas cargas positivas e negativas que estão presentes nas substâncias, mesmo as não condutoras de eletricidade que mesmo assim possuem pequena concentração de íons livres, para medir a vazão.

O outro conceito que explica o funcionamento destes instrumentos é a Lei de Faraday. É sabido que o fluxo de elétrons causado pela corrente elétrica gera um campo magnético ou ao movermos um fio através de um campo magnético ou variar a força do campo magnético pode causar um fluxo de corrente. Observando isso, o físico do século XIX Michael Faraday relacionou a taxa de variação do fluxo magnético através de uma espira com a magnitude da força eletromotriz induzida nela.

Sendo assim, com as propriedades físico-químicas da matéria e a Lei de Faraday, os medidores de vazão magnéticos são dotados de duas bobinas posicionadas opostamente dentro do medidor de fluxo e com a ajuda de propagadores, estas bobinas geram um campo eletromagnético constante sobre a secção transversal do tubo medido. Dois eletrodos que conseguem captar voltagem são posicionados em um ângulo reto na parede do tubo e um material isolante é colocado na parede interna do tubo evitando curto-circuito entre o fluido e o tubo metálico.

Enquanto o líquido estiver parado, nenhuma voltagem induzida é captada pelos eletrodos. Quando o liquido se movimenta, a partícula positiva e negativa dele passam pelo campo eletromagnético gerado pelas bobinas e este campo separa as partículas positivas das negativas, sendo elas coletadas em lados opostos da parede do tubo. Desta forma ocorre uma variação de tensão que é detectada pelos dois eletrodos, sendo esta variação de tensão diretamente proporcional à velocidade do fluxo na tubulação. Esta voltagem é transformada em um sinal que vai para um painel ou mostrador digital, exibindo o fluxo de determinado fluido em metros cúbicos por hora, por exemplo.

A grande vantagem destes medidores é que mesmo com partículas sólidas ou fluidos viscosos, como lamas, estes instrumentos são capazes de medir a vazão. O revestimento interno do medidor pode ser adequado para qualquer tipo de material transportado, podendo ser fluidos de características ácidas ou básicas, por exemplo. Possuem dispositivo de proteção contra interferência de campos eletro magnéticos, ou seja, são instrumentos que oferecem confiabilidade de precisão em suas medições.