(11) 2682 6633 / 99457-3485


Como funcionam os medidores de vazão nas nossas residências?

Os hidrômetros, ou contadores de água, são instrumentos de medição de vazão que verificam o volume de água direcionado pela rede de abastecimento para uma determinada residência ou indústria. Estes medidores de vazão são projetados e fabricados levando-se em consideração diversos fatores, e entre eles, leva-se em conta o tipo de fluido medido.
São utilizados em larga escala para a realização da medição do consumo dos clientes que utilizam as redes de abastecimento, permitindo a emissão de contas de acordo com o consumo individual. Estes equipamentos possuem também a função de checar se há perdas, como vazamentos, acontecendo entre a produção e a distribuição e nas residências e indústrias.
Para as residências, são comumente utilizados medidores de vazão apenas para água. Já nas indústrias, são utilizados diversos modelos, podendo ser para água quente, fluidos viscosos, leite, produtos químicos, entre outros.

TIPOS DE MEDIDORES DE VAZÃO DE USO RESIDENCIAL

Existem diversos tipos de medidores de vazão, que podem ser divididos conforme diversas classificações. Quanto a forma de medição, podem ser:

Taquimétricos ou Velocimétricos
Neste caso, o mecanismo interno do medidor é acionado pelo fluido em movimento, medido com uma certa velocidade. Ao entrar no medidor, o fluido é direcionado em forma de jato e aciona uma hélice gerando movimentos de rotação. O totalizador é acionado e registra valores proporcionais à rotação da hélice. Este tipo ainda se divide em:
-Monojato, Unijato ou Jato Único: Este, trata-se de um medidor de vazão com que tem a turbina acionada por um só jato de líquido. Um jato de fluido incide diretamente na turbina, fazendo com que esta gire. Neste caso, impurezas aglomeradas nos dutos podem aumentar a velocidade do fluido, gerando imprecisões nas medições de vazão.
-Multijato: Neste tipo, o mecanismo é acionado por diversos jatos que incidem tangencialmente à turbina. Os jatos formam pares de força gerando o equilíbrio adequado na turbina, quando em rotação.
-Tipo Woltmann: O tipo Woltmann tem seu funcionamento baseado em uma turbina instalada dentro de um duto fechado, atuando no fluxo, na direção axial em relação ao eixo da turbina. Pode ser Vertical (Eixo da turbina perpendicular ao eixo da tubulação) ou Horizontal (Eixo da turbina paralelo ao eixo da tubulação).

Volumétricos
Este caso, substitui a hélice do exemplo anterior por um êmbolo ou disco. Assim, o êmbolo executa movimento circular em torno do próprio eixo, a partir da energia gerada pela vazão do fluido, gerando os movimentos necessários para acionar o totalizador. A partir daí, o registro de volumes dá-se da mesma forma que nos demais contadores de água. Pode se dividir em:
-Pistão Rotativo: Neste modelo de medidor, o fluido escoa entre uma série de câmaras, nas quais se move um anel que, dependendo de sua posição, força o enchimento ou o esvaziamento das câmaras. A quantidade de voltas deste anel é proporcional ao volume de fluido escoado.
-Disco Nutante: Neste, a peça móvel é um disco com um rasgo radial que tem no seu centro uma esfera e um pino axial. O líquido entra no medidor e força o disco a se movimentar. Esta movimentação gera uma rotação no pino proporcional ao volume de fluido escoado.

Assim, os medidores de vazão ainda podem ser Úmidos (mecanismos internos mergulhados no fluido medidos) ou Secos (possuem uma placa separadora que não permite o totalizador entre em contato com o fluido) e, Mecânicos (movimento da turbina, por exemplo, é transferido mecanicamente ao totalizador) ou Magnéticos (movimento da turbina, por exemplo, é transferido através de um par de imãs ao totalizador).

LEITURA DO MEDIDOR DE VAZÃO RESIDENCIAL

Os medidores de vazão residenciais, ou hidrômetros, tem a aparência de um relógio, conforme abaixo. Seu funcionamento acontece conforme o fluido passa. Assim, os contadores vão trabalhando e subindo o valor de modo a mostrar o consumo de água.

Este equipamento possui seis números, quatro pretos e dois vermelhos. Os pretos mostram o consumo em metros cúbicos de água, sendo medidos em um período adequado. Como 1m³ equivale a 1000 litros, temos que os dígitos vermelhos em conjunto com os mostradores em formato de relógio, formam a medição mais precisa do fluxo de água. Desta forma, analisando a imagem acima, podemos dizer que o consumo de água, neste momento, conforme exemplo, é de: 3534,84935m³. Isto se dá pois temos 3534 nos números pretos, 84 nos vermelhos (percebe-se que o cinco ainda não está centralizado), 9 no relógio que marca os Litros e 35 no relógio que marca os décimos de litros. Assim acontece a leitura adequada do equipamento.